SELECT topo FROM abc_paginas WHERE link = '192' SELECT pagina FROM abc_paginas WHERE link = '192'
Medicina Nuclear em Minas Gerais

Trabalho de nosso Associado Tadeu Kubo. 

Resumo Com a reformulação da norma CNEN-NN-3.05 em dezembro de 2013, os serviços de Medicina Nuclear (SMN) do Brasil têm que realizar um maior número de controles de qualidade para os equipamentos SPECT e PET. Entretanto, pouco se conhece sobre a realidade dos programas de garantia da qualidade desses serviços quanto a aplicação da nova norma. Assim, nesse contexto, o objetivo do presente trabalho foi avaliar o programa de controle da qualidade dos SMNs do estado de Minas Gerais. Todos os SMNs do estado de Minas Gerais foram convidados a participar do projeto. Desses, 34,48% (20 instalações) concordaram em participar do projeto, 50,00% (29 instalações) não responderam ao convite e 15,52% (9 instalações) declinaram da participação. Dessa forma, a partir de novembro de 2015, 20 equipamentos de SPECT e 2 PET/CT foram avaliados quanto à realização dos testes de controle de qualidade preconizados pela nova norma da CNEN. Os simuladores necessários à avaliação foram provenientes do Laboratório de Dosimetria e Controle de Qualidade da UFMG. Mesmo com os prazos estipulados pela CNEN quanto à implementação do programa de controle da qualidade nos SMN, mais de 50% dos serviços avaliados não implementaram os controles de qualidade, sendo a ausência de simuladores específicos o principal motivo da falha. Dentre os problemas encontrados nas instalações, os mais críticos foram: colimadores sem condições de utilização na rotina clínica, problemas de linearidade da imagem avaliada e valores de uniformidade da imagem superiores aos limites de aceitação. Problemas na uniformidade e na linearidade da imagem encontrados impactaram diretamente no desempenho de outros testes, como resolução espacial, desempenho SPECT, entre outros. De forma geral, os SMNs do estado de Minas Gerais, avaliados no presente estudo, encontram-se em condições de exequibilidade clínica. Palavras-chave: controle de qualidade, medicina nuclear; proteção radiológica 

Artigo completo em:

http://www.rbfm.org.br/rbfm/article/view/404/v11n1p35

E você, sabe como estão os equipamentos de Medicina Nuclear de seu hospital (ou serviço)?

Feira Hospitalar: Nosso associado Arkmeds




Reservem a Agenda: “I Fórum de Gestão de Infraestrutura Hospitalar”




Congresso Brasileiro de Manutenção




Sorteio de vaga para Curso de Segurança Elétrica Aplicada aos Equipamentos Eletromédicos




Omni Experience - Sucesso!




Metrosaúde 2018




APRESENTAÇÃO ELUXEO - FUJIFILm Para Engenheiros Clínicos




Omni Experience




Primeiro Simpósio de Eletrocirurgia para Engenharia Clínica




Ranking dos melhores hospitais da América Latina




Associação Brasileira de Engenharia Clínica – ABEClin

A ABEClin, é uma pessoa jurídica de direito privado, sem fins lucrativos e de duração ilimitada. Foi estabelecida com o objetivo de incentivar, consolidar, integrar e qualificar os profissionais que atuam na área de Engenharia Clínica definindo-os da seguinte forma:

“O Engenheiro Clínico é o profissional que aplica as técnicas da engenharia no gerenciamento dos equipamentos de saúde com o objetivo de garantir a rastreabilidade, usabilidade, qualidade, eficácia, efetividade, segurança e desempenho destes equipamentos, no intuito de promover a segurança dos pacientes.”